A arquiteta Heloisa Losi apresenta seu estilo marcado pelo mix de referências atemporais no Takeover
A arquiteta Heloisa Losi apresenta seu estilo marcado pelo mix de referências atemporais no Takeover

Heloisa Losi nasceu em Botucatu, no interior de São Paulo, e graduou-se em Arquitetura e Urbanismo no campus de Bauru da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), em 1991. A arquiteta ficou conhecida por criar ambientes atemporais que misturam estilos e referências de várias épocas. Seu escritório tem como proposta atender a todas as etapas da obra. Projetar e executar espaços onde a arquitetura e o design propiciem conforto, encantamento e a percepção de estar em um lugar único, com atenção a cada detalhe.

 

Projeto de uma residência com arquitetura neoclássica e décor clássico com toques contemporâneos. A casa fica dentro de um condomínio fechado e foi projetada para uma família que gosta de receber amigos e familiares com um filho que gosta muito de música e jogos. A paleta em tons claros foi o referencial, contrastando apenas com alguns objetos da decoração. Na escada de acesso da entrada foi usado o mármore Carrara. Em frente à porta de entrada, uma quadrácea em mármore e pastilhas dá as boas vindas. Detalhes característicos do estilo arquitetônico como o corrimão em aço desenhado especialmente para o casal, e as molduras em cimento embelezam e fortificam o conceito. Uma grelha paisagística foi projetada contornando todo o beiral para não ter que utilizar as tradicionais calhas aparentes e assim não agredir a fachada. Foto: Evelyn Müller

 

Na varanda gourmet, a parede de fundo da churrasqueira recebeu um painel em granito preto . O inox na área da churrasqueira associado ao estilo arquitetônico cria um ambiente elegante e sofisticado, mesmo sendo uma área externa. Por outro lado, o padrão gráfico no estofado desconstrói a seriedade do ambiente, tornando-o mais descontraído. Esse contraste também pode ser observado na contraposição do cinza das paredes com o azul dos bancos e cadeiras. Foto: Evelyn Müller

 

No living, a poltrona casco do estúdio Lattoog com assento curvilíneo que contrasta com a base retilínea de madeira maciça que parece ser um elemento totalmente independente da concha do assento, que se apoia levemente sobre a base. Foto: Evelyn Müller

 

A cozinha gourmet foi ampliada para criar uma área ampla de armários e ficou integrada sem divisória ao espaço gourmet com apenas uma bancada para refeições rápidas; a mesa de jantar ficou agregada ao balcão gourmet. O balcão é todo em Corian® com um nicho em toda sua extensão para por qualquer tipo de bebida sempre muito gelada. Foto: Evelyn Müller

 

A proposta para a suíte do menino foi empregar o conceito descolado para a idade dos 7 anos, com a paleta azul em destaque. A combinação dos papéis de parede, ora com letrinhas menores ora com símbolos maiores, deu um humor ao ambiente dentro da faixa etária. A cabeceira é o painel Matisse da Adresse, componibile grafite da Kartell. Foto: Evelyn Müller

 

Na suíte da menina, os conceitos romântico e meigo foram explorados. Destaque para: o papel de parede floral, o mobiliário na cor off white, cabeceira Mira da Artefacto, componibile da Kartell, escrivaninha em laca off white da Adresse, cadeira Rima da Saccaro no veludo rosa-bebê. Foto: Evelyn Müller

 

O morador desta casa em uma fazenda no interior de São Paulo é piloto da Fórmula F1600 e amante da natureza. O projeto foi uma reforma e decoração da suíte (a casa foi construída nos primórdios da era do café no Brasil) priorizando a vista para as montanhas. O décor é bem masculino e explora materiais bastante aconchegantes, como a madeira. Nessa suíte despojada, predominam as cores da paleta neutra, um toque de cor na parede e na poltrona Charles Eames. A parede no tom verde militar recebeu um conjunto de quadros com uma foto do morador pilotando. Foto: Evelyn Müller

 

A opção do décor dessa casa no clássico se dá pelo apelo da arquitetura estilo toscano neoclássico.
O mobiliário foi todo comprado em antiquários e o carro-chefe foi os tapetes. No living, o tom predominante azul do tapete persa impulsionou a escolha do azul em uma das poltronas e no xale em veludo da mesma cor. Foto: Evelyn Müller

 

Essa piscina com borda infinita foi projetada toda orgânica, com prainha e hidro. Ela é o ponto central de uma casa na represa de Jurumirim, São Paulo. O revestimento todo em pastilha recebeu uma paginação em vários tons de azul que serpenteia seu formato. O revestimento do piso (Castelatto) é atérmico, permitindo uma vivência agradável de seus usuários e a borda infinita dá a sensação de integração com a represa. Foto: Tiago Casini

 

 

 

 

Copyright © 2016 DA - Diário do Arquiteto. By RealWorks Propaganda - Curtir Compartilhar Siga-nos no Instagram

Scroll to Top