Altura imponente
Altura imponente

Pé-direito duplo beneficia ambientes com iluminação e conforto térmico.
A distância entre o chão e o teto padrão é de 2,70 m, mas pode chegar a 6 m, conferindo elegância e grandiosidade, favorecendo, também, o diálogo entre o interior e o exterior das moradas. Para valorizar as medidas avantajadas, é comum combiná-las a amplas aberturas, quadros e revestimentos diferenciados nas paredes ou teto, pendentes e, ainda, a outros recursos arquitetônicos como escadas e mezaninos.


A proposta da arquiteta Paola Ribeiro foi criar um ambiente contemporâneo, com destaque para os móveis atuais, as obras de arte e, principalmente, o pé-direito duplo, que oferece uma sensação de amplitude, claridade e arejamento.
(Fotos Divulgação)





No amplo estar da morada, destacam-se o pé-direito duplo, a escada em que um dos degraus se transforma em aparador e as portas de vidro que, quando abertas, integram o ambiente à área de lazer.
Projeto Jóia Bergamo
(Fotos Divulgação)





A varanda gourmet foi fechada e para enfatizar a verticalidade do pé-direito duplo, a arquiteta Roberta Banqueri empregou materiais diferenciados para revestir a parede da churrasqueira que recebeu um revestimento de lâmina de pedra e a parede oposta recebeu placas cimentícias com relevos prismáticos. Para quebrar os elementos concretos, foi executado um quadro verde. O lustre de cristal adiciona imponência ao living da morada.
(Fotos Divulgação)

Copyright © 2016 DA - Diário do Arquiteto. By RealWorks Propaganda - Curtir Compartilhar Siga-nos no Instagram

Scroll to Top