Funcionalidade e acabamentos atemporais nos projetos das arquitetas do Studio Tan-Gram
Funcionalidade e acabamentos atemporais nos projetos das arquitetas do Studio Tan-Gram

“A arquitetura que concebemos e acreditamos se estrutura na multiplicidade de soluções, focando, principalmente, na adaptabilidade do usuário com espaço”, definem as arquitetas Claudia Yamada e Monike Lafuente, formadas em Arquitetura e Urbanismo pela  Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Mackenzie.
A dupla desenvolve espaços totalmente individuais e funcionais equilibrando os acabamentos de forma leve, atemporal e descontraída.
@studio.tangram
www.studiotangram.com.br
Fotos: @nathalieartaxo



Os tapetes coloridos fizeram toda a diferença nessas salas. O mesmo desenho de ondulações, um com base neutra e um toque de cor nas linhas e outro todo preenchido com cores. Se complementaram e limitaram os ambientes. 


O piso imitando madeira fez a Integração da sala com o terraço transformando-o numa extensão da Sala de TV e trouxe um aconchego para o ambiente de forma suave e atemporal.


Transformação da antiga churrasqueira (não utilizada) em um nicho decorativo com uma marcenaria que integrou o terraço à sala de TV, tornando-o parte da sala e alongando a área social.


Pequeno studio totalmente integrado, a fim de otimizar o pequeno espaço, mas com as funções sutilmente "delimitadas" pelo projeto arquitetônico. O vidro transparente, por exemplo, demarcou a divisão entre a bancada de trabalho e o aparador de entrada sem criar uma barreira visual.


O muro verde foi uma ótima opção para criar um jardim que não ocupasse muito espaço, que permitisse uma ventilação natural no ambiente e, principalmente, para trazer essa sensação incrível de estar mais próximo da natureza. 


Dormitório no estilo retrô com cabeceira em ripas de madeira para deixar o ambiente ainda mais aconchegante.


Nesse ambiente a marcenaria foi pensada para ter múltiplas funções: a cama de hóspedes pode ser também sofá. Os gavetões e os nichos podem acomodar brinquedos dos filhos ou expor as coleções dos pais. Um espaço bem planejado para a família passar muito tempo unida.


Para a bancada e churrasqueira dessa varanda, nós optamos por utilizar as cores preta e azul, que são frias. E aí, com o intuito de trazer o aconchego que planejávamos para esse espaço, investimos no revestimento que imita madeira e na mesa de madeira. Dessa forma ficou um ambiente aconchegante e elegante, daqueles que nos sentimos bem quando estamos lá, e ainda com um equilíbrio entre itens frios e quentes.


Esta sala de TV precisava de espaços em que coubessem todos os aparelhos eletrônicos, com os respiros e dimensionamentos específicos de cada um. Para isso, foi criado um jogo de " cheios e vazios" , que incorporou a porta de acesso à circulação também. Para deixar esse ambiente elegante, mas com um ar leve, mesclamos a marcenaria do armário entre laca cinza claro e madeira.


A mesma tonalidade de madeira foi usada na marcenaria da sala de jantar, nas portas de correr e na marcenaria do terraço para criar uma unidade e integrar os ambientes.

Copyright © 2016 DA - Diário do Arquiteto. By RealWorks Propaganda - Curtir Compartilhar Siga-nos no Instagram

Scroll to Top